OK
 
 

CBH Furnas

Comitê da Bacia Hidrográfica do Entorno do Reservatório de Furnas

 

Lago de Furnas está aquém do limite esperado

25/09/2013

-

 Lago de Furnas está aquém do limite esperado
Primavera inicia com o reservatório abaixo de 762 metros

  

Lago de Furnas em Carmo do Rio Claro, MG (Foto: Samantha Silva / G1)
 
No dia 22 de setembro de 2013, primeiro dia de primavera no Brasil, o Lago de Furnas se encontrava com cota de 761,92 metros, abaixo da cota mínima operativa de 762 metros, reivindicada por organizações sociais dos municípios lindeiros ao reservatório. A fixação de uma cota mínima serviria para não afetar economicamente e socialmente os 34 municípios banhados pelo lago, tendo em vista que algumas atividades econômicas dessas cidades estão diretamente relacionadas com o nível de água do Lago de Furnas, consequentemente, o deplecionamento que ocorre nessas águas a níveis extremos comprometem setores como o turismo, a agricultura, a pecuária, a navegação, piscicultura, aquicultura, imobiliário, os esportes náuticos e a pesca esportiva.
“O lago não se recuperou a um nível satisfatório, está aquém do limite esperado para essa época do ano”, afirma o presidente do Comitê da Bacia Hidrográfica do Entorno do Lago de Furnas (CBH-Furnas), Fausto Costa. Essa depleção que o Lago de Furnas se encontra atualmente ocorre também devido à falta de chuvas. “Tinha que ter chovido muito em todo o Sudeste no início do ano para que ele estivesse se recuperando agora. O ideal é que ele estivesse, pelo menos, com o nível em 765 metros”, completa Fausto Costa. 
Costa também explica que é após setembro que o lago atinge seus menores níveis, apesar de o período de estiagem da chuva se iniciar em abril, no inverno. O volume do reservatório nesta época do ano define a tendência de queda nos próximos meses. Como nessas ultimas semanas, o Lago de Furnas está descendo de quatro a cinco centímetros diariamente, caso não haja uma precipitação favorável, o reservatório pode atingir no final deste ano os níveis extremos de 2012. Ano em que ocorreu a pior seca dos últimos 12 anos, o reservatório atingiu 753,19 metros no dia 14 de dezembro, chegando a quase 15 metros do limite máximo, que é de 768 metros. 
 
Fonte: 23 de setembro de 2013 – Clic Folha. Disponível em: http://www.clicfolha.com.br/noticia/26705/lago-de-furnas-no-limite-
 

Arquivo de Notícias

© 2018 CBH Furnas. Todos os direitos reservados.